topo

NOTÍCIAS

Postado em 29 de Maio às 09h41

Xilitol e suas mais Variadas aplicações Clínicas!

Revisões (50)
Chá Mais | Produtos Naturais para Nutrição Clínica e Funcional em Xanxerê O aumento de estudos relacionados com o Xilitol e suas propriedades permitiu que hoje, esse seja aplicado em diversas áreas com relativa importância, a sua...

O aumento de estudos relacionados com o Xilitol e suas propriedades permitiu que hoje, esse seja aplicado em diversas áreas com relativa importância, a sua utilização é aprovado em vários países na indústria, em produtos farmacêuticos e cosméticos, na Europa o Xilitol tem sido amplamente utilizado nestes três setores há mais de 20 anos.

Na indústria farmacêutica, o Xilitol pode ser empregado como adoçante ou excipiente na formulação de xaropes, tônicos e vitaminas. Entretanto, como seu preço é relativamente alto (custo de produção cerca de 10 vezes superior ao da sacarose ou do sorbitol) ele é normalmente utilizado em combinação com outros polióis que servem como agentes de mistura.

A nível da saúde o Xilitol tem um grande potencial de aplicação nas áreas odontológica e médica, tendo-se mostrado um aditivo de grande eficácia por combater e auxiliar no tratamento de algumas doenças, tratamento de algumas patologias como, diabetes, lesões parenterais e renais, otite média aguda, infeções pulmonares, osteoporose e prevenção da cárie.

O uso do Xilitol como suplemento alimentar (6 a 15% da alimentação) tem demonstrado bons resultados em relação a processos inflamatórios agudos induzidos. Embora pouco numerosas, as pesquisas referentes à aplicação do xilitol na cura ou controle de processos inflamatórios são muito promissoras, pois todas indicam que, com um baixo conteúdo de Xilitol na dieta é possível obter-se resultados positivos num curto período de tratamento, sem prejudicar o funcionamento geral do organismo.

Podemos destacar ainda o Xilitol como um agente terapêutico que pode ser utilizado (dose máxima de 1 mM/L de sangue) por pessoas com deficiência de G6PDH (glicose 6-fosfato desidrogenase) é uma enzima citoplasmática de grande importância para a sobrevivência das células, uma vez que é responsável pela manutenção de um nível adequado da coenzima reduzida NADPH.), uma vez que essa enzima não é requerida para o seu metabolismo. Assim sendo, o Xilitol supre a célula de NADPH2 por meio da oxidação da L-xilulose, mantendo a integridade da membrana dos glóbulos vermelhos.

As características do Xilitol são bastante significativas e seu uso em alimentos em substituição à sacarose e outros edulcorantes, naturais e artificiais, se torna muito favorável. Pode ser consumido por diabéticos e portadores de deficiência da enzima glicose-6-fosfato-desidrogenase, além de tratar e prevenir diversas doenças relacionadas às bactérias, já que não é metabolizado por elas. Pode ser empregado nas indústrias alimentícia, cosmética e farmacêutica, não é toxico e não apresenta reações alérgicas.

Refências:

DELGADO, Stephanie Irina Lopes. Obtenção de melaço rico em Xilitol a partir da biomassa de milho. 2015. Dissertação de Mestrado.

FRANÇOSO, Larissa de Oliveira. Xilitol: um edulcorante diversificado e benéfico para a saúde humana. 2015.

Veja também

Voltar para Notícias