topo

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 20 de Agosto de 2017 às 13h25

ALIADO PARA O GANHO DE MASSA MUSCULAR E FORÇA EM IDOSOS

O BRASIL ESTÁ ENVELHECENDO E SEGUNDO A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS), O NÚMERO DE PESSOAS ACIMA DE 60 ANOS NO PAÍS CRESCERÁ MAIS RÁPIDO DO QUE A MÉDIA MUNDIAL. ESTATISTICAMENTE ELES AFIRMAM QUE ATÉ 2050 A QUANTIDADE DE IDOSOS IRÁ DUPLICAR ENQUANTO NO BRASIL ESSE NÚMERO TRIPLICARÁ.

O percentual atual de idosos brasileiros é de 12,5% e deverá alcançar seus 30% até 2050. Ou seja, logo seremos uma nação classificada envelhecida para OMS (classificação dada para países com mais de 14% de sua população constituída de idosos. Alguns exemplos atuais são: França, Inglaterra e Canadá).

Por esse motivo devemos cada vez mais nos preocuparmos com a saúde e bem-estar de nossos idosos, e sabemos que um dos principais problemas do envelhecimento é a Sarcopenia (perda de massa e força muscular juntamente com um ganho de gordura). Essa perda pode ser de 8- 15% por década para pessoas sedentárias após os 40 anos.

Já é sabido que um plano alimentar balanceado e a prática de atividade física resistida retardam os efeitos deletérios da sarcopenia. Um estudo controlado randomizado do British Journal of Nutrition que foi publicado em junho de 2015 mostrou que a suplementação com peptídeos de colágeno (BODYBALANCE ) atrelado ao exercício resistido melhora a composição corporal e aumenta a força muscular em idosos homens com sarcopenia, foi um estudo pioneiro de mais um benefício dos peptídeos de colágeno na saúde do idoso, mas já podemos nos alegrar com a novidade.

No estudo, todos os participantes foram submetidos a 12 semanas de um programa de treinamento de resistência guiada (três sessões por semana) e foram suplementados com 15g/d de peptídeos de colágeno, enquanto o grupo controle foi dado sílica como placebo. Foi avaliado massa livre de gordura, massa gorda e massa óssea antes e depois da intervenção utilizando dupla energia absortometria de raio-X (DXA).

A força muscular foi testada medindo a força isocinética do quadríceps da perna direita antes e depois do treino pelo programa Con-Trex e controle motor sensorial foi determinado utilizando um ensaio padronizado de estabilização de uma perna (Posturomed; Haider Bioswing).

O resultado do estudo mostrou que o ganho de massa muscular foi cerca de 50% superior, enquanto a força aumentou em praticamente 100% dos idosos. A redução da gordura corporal também foi significantemente alta, o grupo suplementado eliminou cerca de 50% mais gordura comparado ao grupo suplementado com placebo.

Esse foi o primeiro estudo que analisou os peptídeos de colágeno atuando em massa muscular, e a principal especulação do mecanismo de ação desses peptídeos poderiam ser que relacionado com a característica do colágeno apresentar em seu aminograma altas concentrações de arginina e glicina, ambos conhecidos como substratos importantes para a síntese de creatina no corpo humano.

A suplementação de creatina tem estudos contraditórios mostrando a melhora tanto da massa quanto da função muscular. Mas nos últimos anos, as evidências vem apoiando a teoria de que a suplementação de creatina pode desempenhar um papel na redução da sarcopenia em indivíduos com idade avançada.

Portanto, ainda são necessários mais estudos nessa área para determinar o real mecanismo de ação desses peptídeos, contudo nesse artigo publicado os resultados positivos já foram demonstrados.

Nutricionista KARINA ABBUD

Artigo publicado na Revista CháMais Evolução – 1ª edição/2016

Veja também

Romã e a saúde cardiovascular!25/04/16 A romãzeira, Punica granatum L., é um arbusto lenhoso da família Punicaceae, nativa da região que abrange desde o Irã até o Himalaia, a noroeste da Índia. Tem sido cultivada há muito tempo por toda a região Mediterrânea da Ásia, América, África e Europa. É rica em ácidos fenólicos e também em......
LINHAÇA25/01/16 A linhaça (Linum usitatissimum L.) é a semente do linho, planta pertencente à família das Lináceas. É o alimento de origem vegetal mais rico em ácidos graxos Ômegas 3 e 6, apresentando também......

Voltar para Revisões