topo

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 21 de Agosto de 2017 às 09h11

Amora e Gérmen de soja: A dupla reguladora dos hormônios

Os alimentos de origem vegetal apresentam compostos não-nutrientes (fitoquímicos) com atividades biológicas ditas promotoras da saúde, tais como atividades antioxidante, anti-inflamatória e hipocolesterolêmica. Entre estes podemos citar as catequinas do chá verde e do vinho, as antocianinas dos frutos vermelhos, os flavonóis das folhas e as isoflavonas da soja.

Isoflavonas são um grupo de fenóis heterocíclicos encontrados naturalmente principalmente em soja e vem sendo associadas com várias funções promotoras da saúde. Doze componentes isoflavonóides foram isolados em soja, três agliconas (daidzeína, genisteína e gliciteína) e seus respectivos nove glicosídicos conjugados.

Os benefícios associados à redução de colesterol, riscos de doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer estão associados, em parte, a ingestão de isoflavonas presentes na soja.

As isoflavonas, presentes em elevada concentração, são componentes biologicamente ativos de grande interesse em razão de suas atividades estrogênicas, anti-hemolíticas e antioxidantes, fungistáticas e bactericidas, além do intenso sabor amargo e adstringente.

O grão de soja contém em torno de 2% de glicosídios compostos de diversos tipos de saponinas e isoflavonóides. A quantidade de isoflavonas varia consideravelmente de acordo com a variedade e local e ano de cultivo.

Os frutos contêm diferentes compostos antioxidantes, como vitaminas e carotenóides, cujas propriedades ativas foram estabelecidas nos últimos anos. No entanto, estes compostos não são os únicos a contribuir para a atividade antioxidante de frutos, há também a presença de compostos polifenólicos, como flavonóides (antocianinas, catequinas, flavonas e flavanonas), que também contribuem para efeitos benéficos deste grupo.

A amora (Robus sp) conhecida como planta reguladora dos hormônios traz grandes benefícios para nosso corpo e nossa mente. Tem grande eficácia nos sintomas da menopausa, irritação, nervosismo, memória fraca, dores musculares e dores de cabeça.

Além disso, seu uso está associado a outros benefícios como a redução do risco de câncer, prevenindo infecção urinária, úlcera de estômago, diminui a pressão arterial e controla a taxa de glicemia, além de possuir elevados teores de potássio, vitaminas C e E.

BARBOSA, Ana Cristina Lopes et al. Teores de isoflavonas e capacidade antioxidante da soja e produtos derivados. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 26, n. 4, p. 921-926, 2006.

PEREIRA, Eliana; BARROS, Lillian; FERREIRA, Isabel CFR. Relevância da informação “antioxidante” no rótulo de iogurtes de amora. 11º Encontro Nacional de Química dos Alimentos, 16 a 19 de Setembro de 2012, 2012.

GOLTZ, Caroline et al. AMORA-PRETA: BENEFÍCIO FUNCIONAL.

Veja também

Chia e a Riqueza de sua Semente!27/03/17 A Salvia Hispanica L, popularmente conhecida como chia, é uma planta herbácea cultivada semestralmente, categorizada de acordo com a família das lamiáceas, divisão da magnoliophyta, do reino Plantae. Proeminentemente cultivada por suas sementes, apresenta uma quantidade considerável de potentes antioxidantes, proteínas, fibra alimentar,......
Tudo pronto para o 2º Hi-Nutrition!01/02/16 A CháMais trará muitas novidades para o 2º Congresso Hi-Nutrition que acontece de 17 a 19 de Março no Centro de Convenções Frei Caneca em São Paulo, SP. A marca participa desde a primeira edição e......
Falta de Nutrientes15/02/16 É comum nos dias atuais, com tanta correria e estresse, as pessoas apresentarem queda de alguns nutrientes, o que leva ao nervosismo, à baixa imunidade e consequentemente ao cansaço. Alguns alimentos, no entanto, podem ser aliados na......

Voltar para Revisões