topo

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 05 de Abril de 2016 às 13h38

Conheça o PeptgenDerma 9 Colageno CháMais

Chá Mais | Produtos Naturais para Nutrição Clínica e Funcional em Xanxerê Convidamos você a conhecer o novo PeptgenDerma 9. O comprometimento e a dedicação foram essenciais para que a CháMais se consolidasse no mercado...

Convidamos você a conhecer o novo PeptgenDerma 9. O comprometimento e a dedicação foram essenciais para que a CháMais se consolidasse no mercado de naturais e funcionais. Evoluímos do chá à nutrição e tudo isso foi por você e com você.

Neste contexto, queremos apresentar mais uma de nossas inovações. O PeptgenDerma 9. Nas versões tradicionais de abacaxi com hortelã, limão e sem sabor nos tornamos líderes no consumo de colágeno hidrolisado no mercado nacional brasileiro. Na busca incessante por tecnologia, pois esta é o vetor do nosso crescimento, lançamos os sabores: maça verde, maracujá, laranja com gengibre e amora com hibisco.

O termo “colágeno” é utilizado para denominar uma família de 27 proteínas isoformas encontradas nos tecidos conjuntivos do corpo. Em termos de quantidade, é o composto mais importante do tecido conjuntivo e é um elemento estrutural importante em organismos multicelulares. Os peptídeos de colágeno são a forma hidrolisada deste.


O colagénio hidrolisado (CH) tem sido muito utilizado em produtos farmacêuticos e suplementos alimentares para melhorar a pele e tecidos de cartilagem . É absorvido no trato digestivo, aparece no sangue humano, em parte, numa forma de pequeno peptídeo e é acumulada em pele por até 96 horas, como mostrado por Oesser et al . Com base em estudos in vitro, peptídeos de colágeno demonstraram a capacidade de exercer potentes atividades antioxidantes em diferentes sistemas oxidativos.¹

Recentemente, Zague et al. investigaram o efeito de ingestão diária de CH em proteínas da matriz extracelular da pele em ratos. Os autores sugeriram que CH pode reduzir alterações relacionadas com o envelhecimento da matriz extracelular através da estimulação de processos anabólicos no tecido da pele.²

No estudo efetuado para a elaboração da composição do PeptgenDerma 9 nos deparamos com a análise da percepção dos mecanismos que controlam as sensações de saciedade, fome e apetite constituem ferramentas indispensáveis para uma possível prevenção e terapêutica da tão falada epidemia do século XXI, a síndrome metabólica, assim como de todas as doenças que lhe estão associadas.

A preferência pelo sabor doce é uma característica inata ao ser humano, está presente desde o nascimento e persiste durante toda a vida, sendo fortemente influenciada pela frequente exposição a substâncias doces.

Cefalu, e colaboradores, testaram o efeito de pré-cargas contendo stevia, aspartame, ou sacarose na ingestão de alimentos, na saciedade, na glicose pós-prandial e nos níveis de insulina, em 31 indivíduos. Os níveis de fome e saciedade foram relatados antes e depois das refeições, a cada hora durante a tarde. Estes autores concluíram que ao consumir stevia e aspartame, os participantes não compensaram comendo mais.³

Estudos efetuados sobre os glicosídeos de esteviol demonstraram que estes não são absorvidos pelos seres humanos, não são genotóxicos ou cancerígenos e não provocam qualquer toxicidade reprodutiva ou de desenvolvimento.

Diante do exposto incluímos com segurança em nossa composição o edulcorante natural glicosídeo de esteviol. Outro grande diferencial no PeptgenDerma 9 e não menos importante componente é a adição de silício orgânico. Com o processo do envelhecimento perdemos o silício, nosso organismo absorve na forma de ácido orto silício. Desempenhando um papel fundamental na modificação das trocas celulares, desidratação dos tecidos, aparecimento de rugas, envelhecimento precoce, processo lento de cicatrização entre outros danos. Tornando o assim, fundamental no PeptgenDerma 9.

Referências:

1. Proksch E, Segger D, Degwert J, Schunck M, Zague V, Oesser S, Oral Supplementation of Specific Collagen Peptides Has Beneficial Effects on Human Skin Physiology: A Double-Blind, Placebo-Controlled Study. Skin Pharmacol Physiol 2014;27:47-55

2. Zague V, de F, V, da Costa RM, de Castro GA, Jaeger RG, hado-Santelli GM: Collagen hydrolysate intake increases skin collagen expression and suppresses matrix metalloproteinase 2 activity. J Med Food 2011;14:618– 624.

3. Cefalu, W. T., Geiselman, P., Ph, D., Williamson, D. A., & Ph, D. (2010). “Effects of stevia, aspartame, and sucrose on food intake, satiety, and postprandial glucose and insulin levels.” NIH Public Access, 55(1), 37-43.

4. Pawar, R. S., Krynitsky, A. J., & Rader, J. I. (2013). Sweeteners from plants--with emphasis on Stevia rebaudiana (Bertoni) and Siraitia grosvenorii (Swingle). Analytical and Bioanalytical Chemistry, 405(13), 4397–407.

Veja também

Novidades em produtos!14/06 A CháMais está sempre inovando e desenvolveu novos produtos para ampliar a gama de naturais e suplementos alimentares. Confira as novidades: Revitá Ella Protein com novo sabor: Doce de Leite: Atendendo a necessidade do mercado, foi desenvolvido o novo sabor. Revitá Ella possui whey protein com tecnologia do colágeno Verisol™, específica para saúde das......
JUNTOS NO COMBATE AO COLESTEROL08/08 Hoje, dia 08 de agosto é o Dia Nacional de Combate ao Colesterol. A data marca a conscientização no combate das doenças cardiovasculares que são as principais responsáveis pelos óbitos registrados anualmente no......
Romã e a saúde cardiovascular!25/04/16 A romãzeira, Punica granatum L., é um arbusto lenhoso da família Punicaceae, nativa da região que abrange desde o Irã até o Himalaia, a noroeste da Índia. Tem sido cultivada há muito tempo por toda a......

Voltar para Revisões