Aba 1

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 03 de Abril de 2017 às 13h34

Creatina e aptidão física, uma Associação Positiva!

Amais e Chá Mais | Produtos Naturais para Nutrição Clínica e Funcional Entre os suplementos alimentares utilizados a creatina apresenta ampla distribuição e conhecimento pelos atletas, a substância parece melhorar o aporte...

Entre os suplementos alimentares utilizados a creatina apresenta ampla distribuição e conhecimento pelos atletas, a substância parece melhorar o aporte energético muscular, bem como retardar o estabelecimento do quadro de fadiga. O quadro de fadiga muscular pode ser entendido como um evento complexo que acarreta aos músculos diminuição de força, potência e resistência, impossibilitando assim a manutenção de trabalho muscular intenso e sustentado.

A creatina é uma amina (ácido a-metil guanidino acético) sintetizada no fígado, pâncreas e rins a partir dos aminoácidos glicina, arginina e metionina. A concentração de creatina normal no músculo esquelético é de 120g. Um indivíduo, com uma dieta habitual variada, ingere aproximadamente 1g de creatina, podendo ser adquirida através do consumo de carne vermelha e peixes uma quantidade similar é produzida pelo fígado para atingir as necessidades diárias. Esse total (cerca de 2g) equivale aproximadamente a creatina reciclada diariamente pelo organismo.

O treinamento de força tanto em jovens quanto em idosos tem sido recomendado como intervenção segura e eficaz, sobre o fato de que os benefícios de aumento de força, resistência, massa muscular e aptidão física estão sendo conseguidos com essa modalidade do qual podem ser potencializadas quando a suplementação de creatina é associada. O benefício da creatina é o de aumentar a síntese de proteínas musculares o que para o idoso terá um benefício ainda mais importante. Certamente o indivíduo idoso tem na perda de massa muscular o fator mais importante no comprometimento de autonomia, maior risco de quedas e perda de qualidade de vida. Estudos comprovam que a suplementação de creatina, juntamente com os exercícios de força em idosos, há um aumento significante na capacidade de realização de tarefas funcionais.

O protocolo de suplementação mais utilizado encontrado nos principais estudos publicados são sobrecarga (ou compensação), que é a utilização de 5 a 7g em 4 doses iguais dissolvidas em 250ml de líquido, e a dose de manutenção que é aproximadamente de 2 a 5 g por dia dissolvidas na mesma quantidade de líquido. Muitos estudos mostram resultados positivos quanto à utilização de creatina, evidenciando a sua contribuição para a obtenção de melhor desempenho em determinadas modalidades esportivas. A melhor prática de suplementação de creatina é quando a ingestão desta é associada com a de carboidrato, pois assim pode-se aumentar o acúmulo de creatina em até 60% quando comparada ao uso de creatina apenas.

Referências:

FERNANDES, Wendel; FERREIRA, Ricardo César Alves. Efeito do treinamento de natação e suplementação de creatina sobre os níveis sanguíneos de lactato de camundongos. RBPFEX-Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 10, n. 59, p. 325-329, 2016.

CONFORTIN, Fernanda Grison; DE SÁ, Clodoaldo Antônio; WILDNER, Priscila Paola. Avaliação da creatina associada à dextrose como suplemento nutricional ergogênico sobre a performance de atletas de futebol. RBNE-Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 10, n. 56, p. 136-144, 2016.

de creatina no treinamento neuromuscular e composição corporal em jovens e idosos. RBNE-Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 10, n. 55, p. 79-86, 2016.
JERÔNIMO, Diego Pereira et al. Influência da suplementação de creatina e cafeina sobre a fadiga neuromuscular. 2016.

Veja também

O poder do Feijão Branco!23/08/17 O feijão é importante fonte de proteínas, apresentando elevado teor de lisina, fibras alimentares, carboidratos complexos, minerais, como cálcio e, principalmente, ferro, além de vitaminas do complexo B. As principais frações existentes são de proteínas solúveis em soluções salinas (globulinas e albuminas), que representam, em......
Atleta CháMais é o primeiro do Top 12 dos faixas-pretas masters 22/04/16 O Atleta patrocinado pela CháMais, Aloísio Jr, está em 1º lugar do ranking Top 12 dos faixas-pretas master do site Meia Guarda. Toda equipe CháMais parabeniza e incentiva o atleta que se destaca em cada......
Dieta isenta de glúten!23/06/16 A Doença Celíaca é uma doença autoimune desencadeada pela ingestão de cereais que contém glúten por indivíduos geneticamente predispostos. Mundialmente é considerada problema de saúde......

Voltar para Revisões