Aba 1

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 23 de Junho de 2016 às 16h42

Dieta isenta de glúten!

Amais e Chá Mais | Produtos Naturais para Nutrição Clínica e Funcional A Doença Celíaca é uma doença autoimune desencadeada pela ingestão de cereais que contém glúten por indivíduos...

A Doença Celíaca é uma doença autoimune desencadeada pela ingestão de cereais que contém glúten por indivíduos geneticamente predispostos. Mundialmente é considerada problema de saúde pública devido à sua prevalência.

A doença celíaca se manifesta por meio do contato da gliadina com as células do intestino delgado, provocando uma resposta imune a essa fração, com a produção de anticorpos. O consumo de cereais que contêm glúten por celíacos prejudica, frequentemente, o intestino delgado, atrofiando e achatando suas vilosidades e conduzindo, dessa forma, à limitação da área disponível para absorção de nutrientes. 

O tratamento da doença celíaca é fundamentalmente dietético. Consiste na exclusão no glúten, termo utilizado para descrever frações proteicas encontradas no trigo, centeio, cevada, aveia e em seus derivados. 

Para garantir uma dieta isenta de glúten, o celíaco deve sempre conhecer os ingredientes que compõem as preparações alimentares e fazer leitura minuciosa dos ingredientes listados nos rótulos de produtos industrializados.

Aderir a uma dieta isenta de glúten não influencia apenas o consumo de alimentos, mas também a qualidade de vida dos pacientes.

Em função do tratamento para essa doença ser unicamente dietético e da dificuldade da exclusão dos cereais que contêm glúten da dieta, observa-se a importância do profissional de nutrição na avaliação do estado nutricional, na orientação relativa à escolha, ao preparo dos alimentos e à contaminação por glúten na etapa de preparo ou distribuição do alimento e nas orientações relativas à deficiência de absorção de macro e micronutrientes. 

Verifica-se também a necessidade de acompanhamento constante para avaliar a adequação da ingestão dietética, presença de transgressões, voluntárias ou não, e sinais de comprometimento nutricional, que são fatores determinantes na qualidade de vida do paciente celíaco. 

Alguns produtos da linha CháMais são isentos de glúten, tais como, o 4fiber, vegan protein, toda a linha de whey, entre outros, podendo auxiliar na dieta de pacientes que convivem com a doença celíaca.

Referências:

ARAÚJO, Halina Mayer Chaves. et al. Doença celíaca, hábitos e práticas alimentares e qualidade de vida. Revista de Nutrição. Campinas, v. 23, n. 03, mai./jun. 2010. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2016.
BRANCAGLIONI, Bianca de Cássia Alvarez. et al. Crianças e adolescentes que convivem com diabetes e doença celíaca. Revista Gaúcha de Enfermagem. Porto Alegre, v. 37, n. 01, mar. 2016. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2016.

Veja também

Vitamina E: a AMINA da vida25/09/17 Vitaminas antioxidantes protegem a membrana plasmática reagindo com e removendo radicais livres, e então interrompendo a reação em cadeia. Vitamina E e vitamina C são considerados os mais importantes nutrientes antioxidantes. A vitamina E pode ter também outras propriedades antiaterogênicas. Quando a vitamina E trabalha como um antioxidante, ela é oxidada......
Defesa imunológica com L-Glutamina!16/08/16 Dentre as fontes de proteínas, os aminoácidos desempenham importante papel na recuperação do sistema imune e ainda auxiliam a redução do catabolismo proteico e na cicatrização de úlceras, dentre......
Benefícios da farinha de feijão branco!23/05/16 A obesidade vem crescendo acentuadamente ao redor do mundo nos últimos anos e os potenciais riscos de sua prevalência e progressão envolvem as dislipidemias, hipertensão, doenças coronarianas e diabetes, entre......

Voltar para Revisões