Aba 1

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 15 de Janeiro de 2016 às 09h28

Hibisco

Amais e Chá Mais | Produtos Naturais para Nutrição Clínica e Funcional Conhecido popularmente como vinagreira, rosela, caruru-azedo, azedinha, caruru-da-guiné, azedada-guiné, quiabo-azedo, quiabo-róseo, quiabo-roxo,...

Conhecido popularmente como vinagreira, rosela, caruru-azedo, azedinha, caruru-da-guiné, azedada-guiné, quiabo-azedo, quiabo-róseo, quiabo-roxo, rosélia, groselha, quiabo-de-angola, groselheira; o hibisco é uma espécie vegetal da família Malvaceae, proveniente da África Orienta, e foi introduzido no Brasil pelos escravos.

O hibisco é alimento funcional nos países da Ásia (Japão, China, Coreia e Taiwan), e o interesse econômico está nos cálices desidratados, utilizados mundialmente para a produção de bebidas, alimentos, conservantes e antioxidantes. No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por meio da Portaria nº 519, de 199815, considera que as flores do hibisco podem ser consumidas como chá, preparadas por meio de infusão ou decocção.

O Hibisco é uma planta tropical rica em ácidos orgânicos, polifenóis, antocianinas, polissacarídeos, e constituintes voláteis que são benéficos para o sistema cardiovascular. As antocianinas são amplamente conhecidos como sendo eficazes no controle do ganho de peso corporal, o que é vital para o tratamento e prevenção da obesidade. Os extratos de hibiscos são ricos em conteúdo de antocianinas que apresentam um alto poder terapêutico.

Em estudos realizados, foi comprovado que o hibisco é efetivo para o controle de peso e deposição de tecido adiposo. É rico em antioxidantes, responsáveis por sua coloração vermelha, que ajudam a neutralizar os danos causados pelos radicais livres ao organismo.

O chá de hibisco possui ação diurética, ajudando no combate à retenção hídrica, além disso também pode auxiliar na melhora da circulação sanguínea e no controle da pressão arterial, sendo benéfico para pessoas com hipertensão.

Referências:

MACIEL, Mônica Jachetti. et al. Avaliação do extrato alcoólico de hibisco (Hibiscus sabdariffa L.) com fator de proteção antibacteriana e antioxidante. Revista Inst. Adolfo Lutz, São Paulo, v.71, n.3, p.462-470. Disponível em: Acesso em: 13 nov. 2015

HUANG, To-Wei. Et al. Effect of Hibiscus sabdariffa extract on high fat diet–induced obesity and liver damage in hamsters. Food and Nutrition Research, Taiwan. Disponível em: Acesso em: 01 dez. 2015

HOPKINS, Allison L. et al. Hibiscus sabdariffa L. in the treatment of hypertension and hyperlipidemia: a comprehensive review of animal and human studies. Arizoma. 

Veja também

SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR NO BRASIL: QUALIDADE E RASTREABILIDADE03/04 Por Bruno Zylbergeld A adesão ao uso de suplementos alimentares na dieta diária cresce a passos largos no Brasil. Devemos isso a popularização da suplementação esportiva pelos adeptos dos exercícios diários ou aqueles que procuram melhores resultados em performance, e devido também ao constante desenvolvimento tecnológico aplicado na busca de......
Defesa imunológica com L-Glutamina!16/08/16 Dentre as fontes de proteínas, os aminoácidos desempenham importante papel na recuperação do sistema imune e ainda auxiliam a redução do catabolismo proteico e na cicatrização de úlceras, dentre......
Conheça o MUNE + CháMais11/01/16 Diferentemente da maioria dos outros produtos naturais, o MUNE + CHAMAIS vem com uma associação entre a lactoferrina um peptídeo natural com grande propriedade antimicrobiana e a β-glucanas um polissacarídeo com bioatividade......

Voltar para Revisões