Aba 1

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 25 de Junho às 09h20

Palatinose: O “doce” do atleta

Revisões (23)

A adoção da conduta nutricional adequada para atletas visa evitar a perda de massa magra e garantir a manutenção da composição corporal adequada para o esporte, bem como evitar a ocorrência de possíveis deficiências nutricionais que venham a interferir no desempenho. Desta forma, a adaptação da dieta para que haja a melhoria neste é alvo de pesquisas constantes, sendo publicados a cada ano centenas de artigos sobre este campo da ciência.

Estima-se que 40 a 60% dos atletas no mundo fazem uso de suplementos, incluindo profissionais e amadores. Seu consumo varia entre os diferentes grupos esportivos, sendo relatados a ingestão predominante de creatina, proteína, vitaminas e minerais em esportes de força. Estes podem ser ingeridos antes, durante ou depois do exercício, sendo o tempo na qual é ingerido fator determinante no desempenho de suas funções.

Devido à existência de carboidratos com características distintas, como palatabilidade, características físico-químicas, dulçor, digestão, entre outras, a escolha do tipo para cada situação pode ser importante na otimização de resultados.

Palatinose é um derivado da sacarose, extraído da beterraba e que sofreu um rearranjo enzimático. O diferencial desse nutriente está na sua ação: por ser um carboidrato de baixo índice glicêmico (IG 32), auxiliando a diminuir os picos de insulina, reduzindo a fome. O seu principal efeito para o exercício físico seria o retardar da fadiga. Essas propriedades causariam para os músculos e cérebro um fluxo constante de energia, durante um longo período de tempo.

A palatinose fornece glicose de maneira mais equilibrada evitando picos glicêmicos e insulinêmicos, o que vem a contribuir também para evitar a sensação de fome e necessidade de açúcar, melhorando a queima de gordura aumentando sua utilização como fonte de energia protegendo todo o corpo e cérebro. Além disso, a palatinose promove oxidação de gordura, isto é, ela permite uma maior utilização da gordura corporal e de ácidos graxos, como fontes de energia.

Para desempenho físico os atletas necessitam de estoques energéticos adequados durante a atividade física ou mesmo o auxílio com recurso ergogênico para fornecer quantidade suficiente de energia para realizar a atividade física ou mesmo aumentá-la. A utilização do carboidrato como recurso ergogênico antes da atividade física para aumento do desempenho esportivo foi apontado como o principal substrato no aumento da performance.

Referências:

FONTAN, Jeniffer dos Santos; AMADIO, Marselle Bevilacqua. Use of carbohydrate before physical activity as ergogenic aid: a systematic review. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 21, n. 2, p. 153-157, 2015.

BARRETO, Andressa Ribas; ZANCAN, Luiza Rodrigues; DE MENEZES, Cristiano Ragagnin. Obtenção de xilooligossacarideos por resíduos lignocelulósicos: alternativa para produção de compostos funcionais para alimentos. Electronic Journal of Management, Education and Environmental Technology (REGET), v. 19, n. 3, p. 821-836, 2015.

Veja também

Inscreva-se para o XII Congresso VP 2016! 27/06/16 A CháMais espera você no XII Congresso Internacional de Nutrição Funcional 2016. Por isso, aproveite para se inscrever. As inscrições encerram dia 30 de junho, quinta-feira. Confira o prazo para o 2º lote de inscrições para os três dias de congresso:  De 21/12/2015 até 30/06/2016 (mediante disponibilidade de vagas) R$ 605,00 -......
Dia Nacional da Saúde e Nutrição!31/03/17 Em 31 de março comemora-se o Dia Nacional da Saúde e Nutrição, que faz parte do calendário do Ministério da Saúde. Esta data é importante para refletir como são feitas as escolhas, quando se......

Voltar para Revisões