Aba 1

REVISÕES E ESTUDOS

Postado em 25 de Junho às 09h20

Palatinose: O “doce” do atleta

Revisões (23)

A adoção da conduta nutricional adequada para atletas visa evitar a perda de massa magra e garantir a manutenção da composição corporal adequada para o esporte, bem como evitar a ocorrência de possíveis deficiências nutricionais que venham a interferir no desempenho. Desta forma, a adaptação da dieta para que haja a melhoria neste é alvo de pesquisas constantes, sendo publicados a cada ano centenas de artigos sobre este campo da ciência.

Estima-se que 40 a 60% dos atletas no mundo fazem uso de suplementos, incluindo profissionais e amadores. Seu consumo varia entre os diferentes grupos esportivos, sendo relatados a ingestão predominante de creatina, proteína, vitaminas e minerais em esportes de força. Estes podem ser ingeridos antes, durante ou depois do exercício, sendo o tempo na qual é ingerido fator determinante no desempenho de suas funções.

Devido à existência de carboidratos com características distintas, como palatabilidade, características físico-químicas, dulçor, digestão, entre outras, a escolha do tipo para cada situação pode ser importante na otimização de resultados.

Palatinose é um derivado da sacarose, extraído da beterraba e que sofreu um rearranjo enzimático. O diferencial desse nutriente está na sua ação: por ser um carboidrato de baixo índice glicêmico (IG 32), auxiliando a diminuir os picos de insulina, reduzindo a fome. O seu principal efeito para o exercício físico seria o retardar da fadiga. Essas propriedades causariam para os músculos e cérebro um fluxo constante de energia, durante um longo período de tempo.

A palatinose fornece glicose de maneira mais equilibrada evitando picos glicêmicos e insulinêmicos, o que vem a contribuir também para evitar a sensação de fome e necessidade de açúcar, melhorando a queima de gordura aumentando sua utilização como fonte de energia protegendo todo o corpo e cérebro. Além disso, a palatinose promove oxidação de gordura, isto é, ela permite uma maior utilização da gordura corporal e de ácidos graxos, como fontes de energia.

Para desempenho físico os atletas necessitam de estoques energéticos adequados durante a atividade física ou mesmo o auxílio com recurso ergogênico para fornecer quantidade suficiente de energia para realizar a atividade física ou mesmo aumentá-la. A utilização do carboidrato como recurso ergogênico antes da atividade física para aumento do desempenho esportivo foi apontado como o principal substrato no aumento da performance.

Referências:

FONTAN, Jeniffer dos Santos; AMADIO, Marselle Bevilacqua. Use of carbohydrate before physical activity as ergogenic aid: a systematic review. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 21, n. 2, p. 153-157, 2015.

BARRETO, Andressa Ribas; ZANCAN, Luiza Rodrigues; DE MENEZES, Cristiano Ragagnin. Obtenção de xilooligossacarideos por resíduos lignocelulósicos: alternativa para produção de compostos funcionais para alimentos. Electronic Journal of Management, Education and Environmental Technology (REGET), v. 19, n. 3, p. 821-836, 2015.

Veja também

O poder do Feijão Branco!23/08/17 O feijão é importante fonte de proteínas, apresentando elevado teor de lisina, fibras alimentares, carboidratos complexos, minerais, como cálcio e, principalmente, ferro, além de vitaminas do complexo B. As principais frações existentes são de proteínas solúveis em soluções salinas (globulinas e albuminas), que representam, em......
Lecitina de soja: a estratégia natural contra a dislipidemia18/09/17 Nutrientes são necessários para o desenvolvimento e crescimento dos indivíduos. No entanto, uma nutrição preventiva pode proteger, minimizar ou mesmo protelar riscos a saúde que podem ser causados por......
Maca Peruana e suas propriedades etnomedicinais27/10/17 A maca peruana é uma raiz que está associada a benefícios para a saúde. Alguns estudos feitos com ratos mostraram um aumento efetivo na quantidade de espermatozoides destes roedores, o que leva a conclusão de ser......

Voltar para Revisões